material hospitalar

Monitoramento do material hospitalar

O material hospitalar deve ser eficiente para fornecer um atendimento de qualidade e reduzir custos. 

Novos equipamentos surgem a todo momento para garantir que os processos saiam dentro do programado, por isso é importante estar atento a esses avanços para oferecer o que há de melhor e mais tecnológico no setor para sua instituição. 

Leia o artigo até o final para saber mais sobre as preocupações com material hospitalar do setor de saúde e como o monitoramento de cada equipamento é importante para manter sua eficiência. 

Importância do material hospitalar

O setor de saúde, seja em laboratórios, clínicas ou hospitais, usa uma grande variedade de equipamentos, dispositivos e medicamentos especializados para atender da melhor forma os pacientes. 

Se você não monitora o seu material hospitalar e equipamento, isso pode fazer com que sua equipe perca muito tempo tentando encontrá-lo. Isso pode colocar em risco a vida do seu paciente pelo simples fato do equipamento médico não ter sido rastreado em um momento de necessidade. 

Quando os hospitais devem lidar continuamente com as crescentes demandas dos pacientes, a falta de funcionários na equipe, os custos crescentes, o gerenciamento eficaz de equipamentos torna-se vital.

Sabe-se que o material hospitalar e equipamentos têm um custo alto, além de não ser facilmente nem rapidamente substituído, por isso também que é importante rastrear e gerenciar melhor todos os ativos e equipamentos do hospital, para não ter prejuízos.

A eficiência do equipamento não apenas fornece cuidados ao paciente de alta qualidade, mas também economiza custos. Resumindo, os hospitais precisam prestar serviços de alta qualidade utilizando menos recursos a um custo reduzido. 

É importante que, ao reduzir o custo, a qualidade do atendimento não seja comprometida. Hospitais e sistemas de saúde de diferentes dimensões podem se beneficiar repensando fatores como distribuição, aquisição de ativos, material hospitalar e gerenciamento de equipamentos médicos. 

Todos esses itens podem melhorar a capacidade geral, qualidade de atendimento, fluxo de trabalho e produtividade, mantendo a eficiência dos seus equipamentos.

Principais preocupações no gerenciamento de material hospitalar

Existem uma série de preocupações que são importantes levar em consideração para gerenciar de forma adequada os materiais hospitalares do hospital. Confira as principais!

Aumento do número de equipamentos médicos

À medida que a tecnologia avança, ela se torna mais integrada no atendimento ao paciente. Esta é a razão pela qual você percebe o aumento de ativos médicos nos hospitais. No ano de 1995, havia 8 dispositivos à beira do leito, enquanto no ano de 2010, havia 14. Esse aumento nos recursos médicos vem com requisitos adicionais de notificação e manutenção de atendimento de qualidade. 

Além disso, os cuidadores não têm mais tempo para procurar por equipamentos e precisam que os recursos estejam prontamente disponíveis. Quando eles não estão prontamente disponíveis, é necessário comprar um novo equipamento e isso gera um gasto desnecessário. Junto com isso, o comprometimento com um ativo se expande para manutenção, treinamento do usuário e serviço – todos os quais têm impacto no orçamento de um hospital.

Entre os equipamentos médicos, os ativos móveis denotam dezenas de milhões em investimentos totais. A GE Healthcare afirma que os hospitais possuem 35.000 SKUs de estoque e a taxa de utilização é entre 32% e 38%. Isso significa que os hospitais gastam bilhões de dólares a cada ano, principalmente em ativos móveis que não são utilizados adequadamente. Ou seja, baixa taxa de utilização significa uma queda na receita.

Para solucionar isso, os gerentes de hospitais precisam otimizar o fluxo de trabalho antes de tentar ajustar o número de ativos e isso pode ser resolvido usando o software de rastreamento de equipamentos.

Incidentes hospitalares e atendimento de qualidade

O hospital deve ser capaz de fornecer atendimento de qualidade a seus pacientes. Os pacientes têm o direito de receber um tratamento livre de infecções e hemorragias pós-operatórias, embolias pulmonares, insuficiência respiratória, dentre outros problemas. 

A eficiência do equipamento alcançada com um sistema de gerenciamento de equipamentos online pode trazer excelentes resultados. 

Um exemplo é a prevenção da doença da “vaca louca” na Inglaterra. Quando os instrumentos cirúrgicos foram devidamente rastreados e esterilizados usando um esterilizador corretamente conservado, isso ajudou os especialistas médicos a evitar o uso de instrumentos infectados em outros pacientes. 

Isso significa que gerenciar de forma adequada um equipamento pode em alguns casos, inclusive, evitar a propagação de uma doença.

Em segundo lugar, ter a quantidade correta de equipamentos médicos e suprimentos, quando necessário, ajuda a evitar que os pacientes sejam privados de qualquer serviço de saúde. 

Você precisa manter dados precisos e oportunos sobre equipamentos ou suprimentos quando eles estiverem baixos e precisarem ser reordenados. Um software de inventário médico pode ajudá-lo a fazer isso e melhorar o desempenho geral dos funcionários.

Melhorando o fluxo de trabalho global

Qualquer atraso nos deveres ou ações do sistema de saúde pode causar sérias consequências.

Por exemplo, se você levar muito tempo procurando o equipamento necessário ou se o equipamento capaz de salvar vidas não estiver funcionando corretamente, o paciente pode apresentar uma piora do quadro ou até mesmo vir a óbito.

A força de trabalho pode estabelecer práticas rígidas de gerenciamento de tempo, usando um software de gerenciamento de ativos que desperdiça menos tempo ao todo.

Os equipamentos e dispositivos médicos devem ser mantidos regularmente para garantir o funcionamento adequado, de modo que estejam aptos para serem utilizados, dentro do prazo, por profissionais da área médica.

O sistema deve ser capaz de atualizar constantemente e salvar informações importantes sobre o material hospitalar, por exemplo, quando ele foi inspecionado pela última vez, substituído ou consertado. Um software eficiente documenta o histórico de manutenção que pode ser acessado quando um paciente precisa e evita falhas súbitas do equipamento.

Por exemplo, quando em bom estado, um microscópio pode durar até 15 anos, caso contrário, a vida útil cai para 8. Os esterilizadores podem durar 6 anos quando bem conservados, enquanto balanças e refrigeradores duram cerca de 8 anos.

A realização de manutenção preventiva é indicada para prolongar a vida útil dos equipamentos. A manutenção preventiva pode dobrar a vida útil do seu material hospitalar e minimizar problemas.

Melhorando a produtividade

A maioria das empresas de assistência médica não faz qualquer integração entre a aquisição de equipamentos médicos, necessidades hospitalares ou padrões de uso. Os hospitais geralmente tendem a ter cerca de 25% mais dispositivos móveis do que os usados ​​em qualquer outro lugar. 

Como resultado, o primeiro impacto na produtividade deriva do próprio equipamento quando este é subutilizado.

Nos hospitais, é muito comum encontrar ativos abandonados, que não foram utilizados uma única vez em 30 dias. Isso na verdade significa que o equipamento está sendo acumulado em áreas de baixa demanda, ao invés de ser mantido no lugar certo e nas condições corretas e adequadas.

Isso gera uma queda na produtividade, uma vez a equipe perde em média 20 minutos em busca do equipamento. Você pode melhorar a produtividade em ambos os campos usando o software de rastreamento de material hospitalar. 

Quando o equipamento está limpo, acessível e em boas condições de funcionamento, a equipe do hospital não apenas se torna mais produtiva, mas as condições também se tornam mais seguras para os pacientes. 

Ao se preocupar com essas questões, você aumenta o desempenho geral do setor de saúde, melhorando a eficiência do equipamento e valoriza os cuidados com a saúde.

Outros artigos que podem interessar:

Fonte: 

The Importance of Equipment Efficiency for the Healthcare Sector – Electronic health Reporter

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *