iot tempo de espera

Como reduzir tempo de espera na sala de emergência?

Na nova era tecnológica, os hospitais devem se posicionar digitalmente para aproveitar os novos desenvolvimentos trazidos pela Internet das Coisas (IoT).

À medida que os dispositivos médicos se tornam mais sofisticados, com a capacidade de transmitir informações uns aos outros, a IoT se tornará um aspecto importante da prestação de assistência de alta qualidade ao paciente.

Problemas mais comuns na sala de emergência

Estudos mostram que uma grande porcentagem de pacientes na sala de emergência (em alguns hospitais se aproxima de 50%) chega com uma necessidade de cuidados não urgentes – em outras palavras, sua lesão ou problema não é uma emergência com risco de vida.

Esses pacientes ocupam o tempo dos funcionários do hospital na hora de fazer a triagem (diagnosticar e priorizar o tratamento), o que faz com que os pacientes com lesões mais graves corram sérios riscos.

Além disso, isso aumenta consideravelmente o tempo de espera dos pacientes em geral, levando à insatisfação dos pacientes, estresse da equipe médica e gargalos na estrutura administrativa.

Soluções tecnológicas

Uma maneira muito eficiente de resolver boa parte dos problemas é usar o IoT (Internet of Things) para reduzir efetivamente os tempos de espera dos pacientes de emergência que precisam de internação.

Existem softwares que monitoram a ocupação nas unidades com base em diferentes métricas para avaliar as necessidades de pacientes individuais.

Hoje em dia vários hospitais já estão aproveitando várias formas de tecnologia IoT – como os hospitais da Universidade Thomas Jefferson, na Filadélfia. O sistema de saúde está usando a IoT para criar salas de hospital conectadas, onde os pacientes têm mais controle sobre o ambiente.

Outras instalações estão usando a IoT para melhorar várias áreas da experiência do paciente. De acordo com um artigo da Business Insider, um hospital de Nova York fez uma parceria com a GE para instalar sensores especiais em leitos hospitalares. Os sensores foram projetados para indicar se a cama estava livre ou ocupada por um paciente.

O conhecimento dessas informações melhorou o fluxo do paciente e ajudou a reduzir o tempo de espera no departamento de emergência em até quatro horas. O sistema de rastreabilidade de ativos também ajuda a diminuir o tempo de espera nos hospitais.

Mensure os horários de pico

Contrate mais funcionários durante os horários de pico. Isso pode ser mensurado através de softwares que verificam a época do ano, dias da semana, horários e condições climáticas locais para estimar o público que chegará ao hospital.

Com base nesses resultados, os hospitais podem se antecipar a problemas e colocar mais funcionários para acomodar os pacientes previstos, a fim de manter o tempo de espera dentro dos padrões de normalidade.

Triagem por equipe treinada

A triagem pode ser feita por assistentes médicos e enfermeiros treinados com o objetivo de reduzir a probabilidade de gargalos.

Além da equipe médica que faz a triagem e tratamento de pacientes de urgência, vários funcionários de suporte e técnicos de laboratório são necessários para fazer radiografias, realizar exames de sangue e realizar outros testes de diagnóstico.

Humanize o atendimento e dê feedback

A percepção correta do tempo de espera melhora nas salas de emergência que utilizam uma abordagem mais pessoal, oferecendo cadeiras confortáveis, colocando uma música relaxante e oferecendo bebidas de cortesia aos pacientes. Considere usar isso à seu favor.

Além disso, é interessante proporcionar mais transparência aos pacientes que estão aguardando, exibindo digitalmente o tempo de espera para todos.

Isso mostra a responsabilidade da equipe do hospital e fazem com que os pacientes sintam que não foram esquecidos.

Conclusão

Por que os erros continuam recorrentes nos hospitais brasileiros? Donos de hospitais nem sempre investem em tecnologia para reduzir os problemas hospitalares, acreditando ser um gasto desnecessário.

Porém, melhorar o fluxo do paciente pode reduzir os custos hospitalares e melhorar os resultados clínicos, favorecendo a empresa e trazendo mais qualidade de vida aos pacientes.

Esse artigo também pode te interessar:

O que você acha desse assunto?  Deixe um comentário abaixo com sua opinião!

Fonte:

Reduce wait time in the emergency room – Wikihow

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *