tecnologia nos hospitais

Tecnologia nos hospitais: eleve o atendimento do seu hospital com tecnologia de ponta

A tecnologia nos hospitais já é uma realidade não só nos centros médicos, consultórios, clínicas e hospitais, mas também nos serviços prestados fora dos hospitais, com o surgimento de centros de atendimento ambulatorial e de urgência, telemedicina e assistência domiciliar.

Não há dúvidas de que os hospitais mudaram drasticamente nas últimas duas décadas, mas sabemos que a tendência é que um crescimento ainda mais acentuado de serviços de saúde e de novas tecnologias sejam incorporadas à gestão hospitalar nos próximos anos, à medida que a população envelhece.

O lado negativo do aumento da longevidade é que os hospitais de hoje em dia estão frequentemente lotados de pessoas idosas com múltiplas doenças crônicas que não podem ser tratadas adequadamente em casa ou em qualquer lugar, apesar dos esforços.

É perceptível o esforço de muitas instituições em se adaptar a nova era digital procurando implementar tecnologia nos hospitais que ofereça um melhor atendimento, levando cada vez mais serviços a ambientes ambulatoriais, onde os pacientes podem ser tratados com mais conveniência e em menos tempo.

Integração de cuidados de saúde

Os hospitais devem acompanhar essas mudanças através da implementação de tecnologia nos hospitais e devem refletir isso através dos cuidados de saúde que serão entregues. É por isso que, com exceção dos serviços de maternidade e pediatria, os hospitais estão se tornando unidades de tratamento intensivo, tratando de pacientes com trauma e emergência e aqueles que precisam de cirurgias e outros cuidados avançados e altamente qualificados.

Infelizmente, é comum que os que estão chegando ao fim da vida passem seus últimos dias ou semanas em um hospital, prolongando o sofrimento para o paciente e para a família. Embora os cuidados paliativos e domiciliares sejam preferidos, muitas vezes não é uma opção para tratar algumas condições médicas nem um custo que muitas famílias possam dispender.

Curiosamente, o movimento de serviços clínicos fora do hospital e os investimentos em expansão ambulatorial em comunidades onde os sistemas de saúde anteriormente não tinha uma presença podem realmente levar a aumentos nas internações hospitalares.

À medida que os sistemas de saúde aumentam seu atendimento ambulatorial, eles entram em contato com uma base de pacientes inteiramente novas, alguns dos quais necessitarão de cuidados integrados que só podem ser prestados em um ambiente hospitalar. Soluções de big data e cloud computing também transformarão a saúde e levarão os hospitais para outro patamar.

Leia também sobre saúde 4.0 e entenda o que muda nessa nova era digital.

Evoluções para o paciente

A tecnologia da informação desempenha um papel importante na evolução do sistema de saúde humano. Onde quer que você olhe nos hospitais, existem vários dispositivos tecnológicos que funcionam de forma simplificada com o objetivo de apoiar a vida humana e ajudar pacientes enfermos a se recuperarem novamente.

Quando falamos em tecnologia nos hospitais vemos que a inteligência artificial e o IoT serão usados para transformar todo o conceito de atendimento ao paciente. Essas evoluções trazem automação em tempo real, padronização dos processos, melhoria na eficiência operacional e redução de custos a longo prazo.

A tecnologia  também melhorou os cuidados de saúde do ponto de vista do paciente. Algo tão básico quanto o uso de dispositivos portáteis e conectados por médicos e enfermeiros, por exemplo, tem o potencial de transformar o atendimento ao paciente.

A capacidade de agrupar resultados laboratoriais, prontuário eletrônico do paciente, registros de sinais vitais e outros dados críticos e histórico do paciente em uma plataforma centralizada aumentou o nível de cuidado e eficiência de um paciente no sistema de saúde.

Hospitais com tecnologia de ponta

Certificar-se de que os hospitais estão equipados com todos os avanços tecnológicos necessários pode custar um investimento inicial alto à princípio, mas as complicações ou problemas decorrentes de erro humano são reduzidos significativamente.

Embora nada possa substituir os profissionais de saúde reais em sua linha de trabalho, há certas tarefas que você pode automatizar para facilitar o dia a dia. Isso pode ajudar a resolver vários problemas que enfrentamos hoje, como equipe médica insuficiente,  especialmente em relação ao impacto na qualidade dos cuidados de saúde recebidos pelos pacientes.

O uso da tecnologia digital e da saúde virtual podem ajudar a indústria a gerenciar esses desafios nos ambientes hospitalares. Uma série de novas tecnologias está ajudando a levar elementos do atendimento ao paciente de médicos para máquinas e para os próprios pacientes, permitindo que as organizações de saúde reduzam os custos e a intensidade do trabalho.

A saúde virtual refere-se ao uso de tecnologia de ativação – como vídeo, aplicativos móveis, mensagens com base em texto, sensores e plataformas sociais – para fornecer serviços de saúde de maneira independente.

Comunicação wireless

As mensagens instantâneas e o uso de walkie talkies não são novidades, mas foram introduzidas recentemente nos hospitais. Elas substituem o uso de métodos tradicionais, como alto-falantes e pagers, aumentando assim a eficiência e a comunicação da equipe.

Todas as informações importantes são comunicadas na velocidade da luz, o que é fundamental para salvar vidas, economizar tempo e dinheiro.

Com a ajuda da tecnologia nos hospitais, você pode obter o seu diagnóstico a partir do conforto da sua própria casa e só chegar ao centro para necessidades urgentes, reduzindo o tempo necessário para o diagnóstico e acelerando a capacidade do pessoal médico para responder a emergências.

Telemedicina

Nas áreas rurais, onde as pessoas não têm acesso à mesma tecnologia e benefícios que existem nas cidades, a telessaúde e a telemedicina estão criando um grande impacto. Um estudo recente mostrou que as Unidades de Terapia Intensiva equipadas com recursos de Telessaúde permitiram que os pacientes melhorassem 20% mais rápido.

Essa tecnologia de telessaúde não é apenas mais eficiente, mas também é mais econômica tanto para o empregador quanto para o funcionário, já que ele não precisa sair do escritório para um centro de atendimento primário, eliminando assim a necessidade de transporte e a perda de horas de trabalho produtivas.

Conclusão

Todos nós reconhecemos que a evolução é uma parte natural do setor de saúde. Com o passar do tempo, alguns hospitais serão reduzidos, enquanto outros serão convertidos em centros ambulatoriais ou em centros especializados.

Certamente, haverá algumas instalações subutilizadas que serão forçadas a fechar. Mas, como mostra a nossa história, a maioria se ajustará a tecnologia nos hospitais em mudança de suas comunidades e continuará a missão de oferecer mais saúde aos pacientes.

Você já começou a transformação tecnológica no seu hospital? O que falta implementar? Deixe um comentário com suas considerações abaixo!

Fontes:

The Evolution of Hospitals – Northwell Health

The Top 5 Technologies Being Used in Hospitals and Clinics Today – TMC Net

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *